segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Diversidade Forjada


 A diversidade sempre foi uma coisa muito linda, muito digna, e disso, todos concordam. Quem é "diferente" sempre se destaca entre os demais, tanto pro lado bom, como pro ruim. Porém, diversidade não é uma coisa que se adquire, ou tu nasce diferente, cresce diferente, morre diferente, ou tu nasce uma pessoa... normal, não menos digna, mas normal.Diversidade sempre foi uma coisa boa, tuas escolhas, teu modo de agir, tudo em que tu te diversifica dos demais é uma vantagem pra ti, com 15 anos tu pensar com teu próprio cérebro é uma dádiva, mas nem todos pensam assim. Certas pessoas não entendem o por que da outra pessoa ser diferente, se isso não a torna (em todos os casos) mais popular, e nós lutamos pela popularidade a vida inteira, por que é isso que nos abre portas, e sempre foi! Quem não quer ser popular no colégio? Quem não quer ser popular no trabalho? A busca pela popularidade vem de berço, não é algo que se quer quando entra na adolescência. Acho até que a popularidade é até mais importante quando se é criança, até por que, ser "excluído" da turma na escola por que se é diferente, é bem mais difícil de entendem quando se tem 8 anos, e crianças de 8 anos são más hehe. 
 Porém, um fenômeno vem acontecendo simultaneamente no mundo inteiro, a diversidade forjada, aquela que tu não é diferente por que tu nasceu assim, e sim pra vender mais, pra ter mais fãn e etc. Mas crianças e pré- adolescentes não  entendem a minha tese de diversidade forjada por que elas não querem pensar que seus ídolos fariam isso com elas. Gente, o Fiuk é uma coisa forjada, tudo nele é forjado para ele parecer Cool, é impossível que ninguem note, ele é feito para dar mídia, desde as roupas, os cabelos, os depoimentos, até o nome dele é pensado, e é ridículo né? fiuk? esse bixo morde? 
 Mas nem só o Fiuk, toda essa gente que usa roupa colorida é tão tosca quanto suas intenções, eles querem chocar usando roupas de palhaço, com cabelos e maquiagem de menina, e músicas horríveis. Gente, no meu tempo as pessoas chocavam de outra forma! hsuahsua
 Agora, a coisa mais forjada da história, é aquela palhaçada do Crepúsculo, eu não entendo como alguém dá ibope praquilo, genteee, eles tão folgando em vocês, tão menosprezando suas inteligências, um livro onde cada personagem foi feito, pensado e repensado pros jovens se identificarem, só que a autora do livro esqueceu, que ela podia fazer um livro pré-adolescente igual todos os outros, sim, ela podia, ela podia fazer um livro que vendesse milhões de cópias falando sobre um amor impossível como todo mundo faz em anos e anos de venda de livros para adolescentes, mas gente, ela não precisava desonrar os vampiros, é ridiculo, ou tu faz uma história de amor, ou uma história de vampiro, as duas juntas não funfam! É como água e azeite, sei lá, é algo que não combina, quem conhece, já leu ou simplesmente gosta de livros e histórias de vampiros, ficou  indignado com essa palhaçada. Vampiros não tem sentimentos, eles sugam o sangue da própria mãe, eles são pessoas que já estão mortas, é ridículo o pensamento da autora do livro, um vampiro não se apaixona, muito menos por um humano. E então chegam na história os lobos e além de fuder com os vampiros, a autora fode com os lobsomens tbm, que no livro/filme são homens bonitos e musculosos que não usam camisetas. 
  O livro ou melhor os livros, ou melhor, a história toda, é programada pra vender, a autora foi inteligente, e isso não podemos negar, mas o que não podemos é continuar nos enganando, continuar comprando coisas feitas pra gente se interessar como saga crepúsculo e bandas coloridas, não podemos deixar sermos feitos de trouxa pra alguém ganhar dinheiro diminuindo a nossa inteligência, não é por que seu colega descolado ouve restart/cine/hori que você tem que ouvir, para parecer como ele, e ser Cool como ele, por que você vai conseguir, e é triste ser igual todo mundo, é triste não ter personalidade, não pensar com teu próprio cérebro pra ser aceito. Prefira não ser aceito, prefira ter um grupo mais seleto de amigos, a ter centenas de amigos em redes sociais e se sentir sózinha, por que amigos que a gente consegue sendo o que não somos, não valem de nada. Prefira seus amigos estranhos, feios, nerds, mas que te entendam. Prefira ouvir, agir, falar, se vestir como tu te sente bem, nem que isso choque alguém, mas choque de verdade sendo diferente de verdade, até por que, all star com roupa colorida, maquiagem (em meninos, claro) e cabelos estranhos já não chocam, as pessoas já se adaptaram com essa moda, por que é isso que é.
 Tu não precisa se adaptar a todas as modas que a vitrine musical lança, sejam elas qual forem, roupas coloridas, roupas pretas, roupas em suplex enfim, você é melhor que isso e sua cabeça pensa melhor quando tu não pensa em agradar. Isso pode ( e provavelmente fará) não fazer diferença alguma, mas enfim, era isso.

7 comentários:

Samuel disse...

Estou te seguindo...

Abs!

Samuel disse...

Depois eu vou voltar aqui pra ler com mais calma...

Karla Hack disse...

Realmente existe uma falsa conceituação e aceitação da atual diversidade...
Eu acredito que cada um pode e deve ser um universo infinito particular...
Mas poucos permitem-se tal!
Belo post!
;D

Carla disse...

Sabe eu também acho essa goisa de estilo colorido, fiuk, crepusculomania muito idiota.Mas vou ser sincera, quando eu tinha 12, 13 anos eu amava RBD e Rebelde (acompanho a carreira deles até hoje e não tenho vergonha de assumir), lembra deles?Todos os adolescentes e adultos achavam ou acham a coisa mais idiota no mundo.Mas a importância que eles tiverem pra mim naquela época eu não vou esquecer.Quando você tem 12, 13 anos ou seja é um pré adolescente é completamente normal seguir modinha e ser manipulado.Isso é fase e passa.Eu tive a minha época, porque eu vou pressionar os outros pra que eles acelerem a deles? ;P

Anônimo disse...

carla, não são só pessoas de 12 ou 13 anos que curtem bandas colorias/hori/crepúsculo, e isso é preocupante, são pessoas que já eram pra ter passado dessa fase de aceitar o que a sociedade quer que elas aceitem.

Braccini disse...

Parabéns pelo blog, estou te seguindo!
Abraços!

lucyano-jorge disse...

Parabéns pelo blog, super estiloso
Abraço
Lucyano
http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/